Menu opener
VoltarYour staySeleccione datas para ver a disponibilidadeChange datesSelect rooms and travelersClose
Seleccione datas para ver a disponibilidade
Preencha o campo Destino
Sem sugestões disponíveis
Permitir a geolocalização na configuração do navegador ou introduzir o destino
Selecione um período inferior a 21 dias
Selecione uma data posterior

Selecione um período inferior a 21 diasSelecione uma data posterior

De
A
Código da empresa
Para viajantes com contrato corporate
  • Destino
  • FromA
    FromA
  • 1 quarto, 1 adulto
  • 1 quarto, 1 pessoa

Museus do Rio de Janeiro: Conheça os imperdíveis

Image
luiz-neto-0FZSCZhvv7U-unsplash.jpg

O Rio de Janeiro não é feito só de belas praias e natureza exuberante. A cidade também reserva uma vida cultural efervescente, com exposições para todos os gostos e perfis.

Isso porque o Rio participa inteiramente da história do país e foi, inclusive, a antiga capital do Brasil entre 1763 e 1960. Não é à toa que possui coleções de dar inveja! Trazemos os melhores museus do Rio de Janeiro para você enriquecer seu programa quando visitar a cidade maravilhosa. Confira a nossa seleção:

 

O Paço Imperial do Rio de Janeiro

Vamos começar por um dos ícones mais antigos da história carioca, no centro da cidade. O Paço Imperial foi construído em 1743 e serviu como residência dos vice-reis do Brasil. Ou seja, foi a casa dos governantes portugueses durante o Reinado e o Império.

O lugar serviu como palco para inúmeras movimentações políticas e sociais no século XVIII, o que o torna parte importante da história do Brasil. Entre os eventos mais marcantes estão a Abolição da Escravidão (assinada no Paço), a Proclamação da Independência do Brasil e a Proclamação da República.

Uma vez lá, você poderá aproveitar diversas exposições que tentam dialogar com o passado, além da Biblioteca Paulo Santos, instalada no local. Ela reúne um acervo com cerca de 8 mil volumes de literatura brasileira e portuguesa.

 

Museu Nacional de Belas Artes

A instituição, localizada no centro do Rio, mudou de nome diversas vezes durante a passagem do tempo: do Império à República. Aberto ao público em 1908, a construção se inspirou no Museu do Louvre, em Paris, embora tenha misturado também outros estilos. O fato é que este museu não passa despercebido: é uma joia arquitetural impressionante!

Quando visitá-lo, esteja preparado para caminhar pelos 6 mil metros de exposições, repletas de obras de arte raras, documentos, fotografias e jornais. Entre as pinturas a serem apreciadas no acervo do museu estão “Autorretrato'', de Tarsila do Amaral, e “A Primeira Missa no Brasil”, de Candido Portinari. Se você deseja compreender a arte nacional, a coleção deste museu carioca é incontornável.

 

Museu do Amanhã

Depois de visitar o passado, vamos direto para o mundo do futuro. Este museu inaugurado em 2015 é sinônimo de vanguarda e inovação. Já podemos perceber essa imagem futurista pela própria arquitetura que possui, inspirada nas bromélias do jardim botânico do Rio. Ao todo são 15 mil metros quadrados de construção, realmente de encher os olhos!

Ao interior, os visitantes se sentem como em uma missão científica: existem muitos ambientes, salas e explorações possíveis. O museu tenta responder e provocar algumas das questões fundamentais da nossa existência: quem somos e para onde vamos. Uma viagem moderna que nada tem a ver com os museus de ciência tradicionais.

 

Instituto Moreira Salles

Símbolo arquitetônico dos anos 1950, o Instituto Moreira Salles acolheu o banqueiro Walther Moreira Salles e sua família. A partir de 1999, a grande casa se transformou em local de exposição temporária, shows, difusão de filmes além de dona de um generoso acervo. Mesmo que não carregue em seu nome o título de museu, este instituto cumpre a sua missão cultural contemporânea com excelência.

As exposições que passam por lá trazem temáticas ecléticas: desde as lutas e culturas indígenas, passando pela música popular brasileira e literatura. É uma casa pública que explora as artes de forma rica, em um ambiente suntuoso, por isso vale o passeio.

 

Museu de Arte do Rio

O Museu de Arte do Rio, também conhecido como MAR, é outro clímax da cidade. Seu patrimônio artístico traz as relações entre o passado e o presente, com obras que representam a herança cultural do Rio. Você poderá ficar frente a frente com obras de grandes nomes como Aleijadinho, Tarsila do Amaral e Pancetti. Existem ainda coleções indígenas, africanas, quilombolas, sacras e pré-colombianas. Uma verdadeira pós graduação em história da arte!

 

Museu Histórico Nacional

O Museu Histórico Nacional também deve entrar na sua lista. Os itens de seu acervo tem a missão de contar a história do Brasil e explicar seu desenvolvimento como nação. Localizado na região do parque da cidade, na Gávea, conta com 170 mil itens, desde a antiguidade até os dias de hoje. Anote o horário de visitação deste e dos outros museus que citamos e curta a cultura carioca!